Ir para o conteúdo
Início
/
Notícias
01-06-2021

ULSM vence “Bolsa Capital Humano em Saúde”

A Unidade Local de Saúde de Matosinhos recebeu o prémio “Bolsa Capital Humano em Saúde” pelo projeto “Impacto da comunicação na motivação e na satisfação como fator crítico de sucesso no desempenho dos profissionais” que está a implementar na instituição.

A entrega formal do prémio decorreu no passado dia 27 de Maio, em Lisboa, durante a 9ª Conferência de Valor APAH (Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares), e contou com a presença do Presidente do Conselho de Administração, Prof. Doutor Taveira Gomes, da Coordenadora do Gabinete da Qualidade e Governação Clínica, Dra. Maria  Cabral e equipa, que fez a apresentação deste projeto que tem como principal objetivo aumentar a  “motivação e satisfação dos profissionais”, fator determinante para “sucesso pessoal e organizacional”.

A ULSM, enquanto prestador de cuidados de saúde público, com um Sistema de Gestão da Qualidade segundo a norma ISO 9001 implementado e certificado desde 2008, reconhece que as pessoas são o principal determinante para o sucesso. Ciente dos princípios e valores que visam elevar os níveis de bem-estar, qualidade de vida e satisfação geral dos(as)  seus(suas) colaboradores(as), a instituição não podia deixar de concorrer à Bolsa “Capital Humano em Saúde”.

“O objetivo da implementação deste projeto é aumentar a satisfação e a motivação dos(as) colaboradores (as), quer pela melhoria da comunicação, quer pelo incentivo à participação ativa de todas as pessoas da ULSM, em consonância com a sua cultura organizacional, tornando-a mais sustentada e alinhada com os princípios da Qualidade e Governação Clínica, da Segurança, da Humanização, da Igualdade e da Conciliação entre a Vida Profissional, Familiar e Pessoal”, sublinha a  Maria Cabral.

A iniciativa Bolsa Capital Humano em Saúde foi promovida pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, com a consultoria técnica da Nobox e o apoio da Gilead Sciences, com o objetivo de reconhecer e potenciar o capital humano do Serviço Nacional de Saúde.

As duas instituições vencedoras (ULSM e CHUA) terão acesso a um programa de consultoria especializado que permite acelerar a implementação, ao longo deste ano, dos respetivos projetos de Capital Humano em Saúde.

 

 


Partilhar:
Ir para o topo
Donec in tristique id felis elit. Praesent Phasellus odio vulputate, nec