Ir para o conteúdo
Início
/
Notícias
13-06-2022

A Inteligência artificial ao Serviço da Saúde do Futuro

 

“Seremos suficientemente inteligentes para criar sistemas tão inteligentes como nós?”

Reconhecido académico, investigador, comunicador e autor de várias publicações, Arlindo Oliveira trouxe a esta conferência a temática da Inteligência Artificial, numa análise das sua evolução, possibilidades atuais e expetativas de futuro, com destaque para a mudança que está a imprimir na área da Saúde onde “vamos assistir a grandes avanços”.

Partindo sempre da “ideia desafiante” de que o desenvolvimento da Inteligência Artificial permitirá caminhar para sistemas que se compararam à inteligência humana, Arlindo Oliveira assegura que neste momento algumas áreas da imagem médica são já altamente robotizadas, potenciando toda a atividade de Radiologia, por exemplo, e que essa tendência ou evolução vai estender-se a outras especialidades, como a Cardiologia, a Neurologia e até à Genética Médica. No entanto, a par deste potencial que advém do desenvolvimento da Inteligência Artificial, será necessário reconhecer que existem “preocupações genuínas” quanto ao impacto desta tecnologia na vida das pessoas, na Economia e Sociedade.

Doutorado em Engenharia Eletrotécnica e Ciências da Computação pela Universidade de Berkeley (Califórnia), Arlindo Oliveira é Professor do Instituto Superior Técnico, preside neste momento ao INESC, e é autor de várias publicações, entre os quais, “Inteligência Artificial”, publicado em 2019 pela Fundação Manuel dos Santos, além de ser presença habitual nos media.


Partilhar:
ipsum commodo Aliquam vel, vulputate, ultricies consectetur ut libero